terça-feira, 4 de novembro de 2014

Nada na vida é por acaso - Ana maria Braga - Entrevista!!


revista de celebridade


Ela acorda sempre antes de amanhecer, por volta das 4h30. Passa a maior parte do dia na casa de vidro que compõe seu estúdio de gravação no Projac, na Zona Oeste do Rio. E é lá, cercada por um pedacinho da Mata Atlântica, à margem de um lago repleto de carpas e tilápias, que Ana Maria Braga recebe QUEM para esta entrevista especial. A apresentadora respondeu aos colegas que a admiram e a acompanham em mais de 35 anos de carreira – sendo 15 só na TV Globo, à frente do programa Mais Você.

Filha única, vinda de São Joaquim da Barra, interior de São Paulo, Ana hoje se diz realizada com a “mesa cheia aos fins de semana”. É mãe de dois filhos, Mariana e Pedro Maffei, do relacionamento com o ex-marido, o economista Eduardo de Carvalho. Aos 65 anos, ela é avó de Joana, de 3, Bento, de 2, e da recém-nascida Maria. “Minhas maiores conquistas são os filhos e netos. Minhas conquistas só multiplicam com o tempo. Sou filha única, mas hoje tenho uma família grande. Adoro”, diz ela, bebericando um café.

Foi na religião que Ana se apegou para enfrentar os desafios que a vida lhe impôs. Teve câncer no reto em 2001 e dez anos antes, de pele. “Ao longo da vida, fui criando laços mais íntimos de fé. Percebi que Nossa Senhora, sendo a mãe de quem é, seria um bom caminho para eu chegar até Ele”, conta. Com sorriso no rosto, a apresentadora relata que, se pudesse voltar no tempo, faria tudo de novo. “Eu ia dizer (para mim mesma): ‘Ana Maria, você não sabe que legal! Não pule nenhum momento. Faça tudo o que tiver vontade’.”

MARIANA MAFFEI - Ana, minha mãe, amiga e companheira, parodiando o (cantor e compositor) André Abujamra, o que é a vida para você?
ANA MARIA BRAGA: Ah, minha filha linda! Vida é o que você acabou de fazer, gerando um ser assim como a gerei anos atrás. Vida é o poder que temos de estar aqui e de nos perpetuar (o telefone toca e ela se surpreende, pois a ligação é de Mariana). Nada na vida é por acaso, viu só? Não tem uma só folha que caia da árvore que não tenha razão de ser.

BRUNO ASTUTO - Qual foi a história que mais tocou você nesses 15 anos de programa?
AMB: Quando tive câncer, fiquei com uma afta no aparelho digestivo. Não comia.Tomei um remédio, em fase de testes, que melhorou muito a vida. Me alimentei melhor, passei a tomar líquidos. Falei do remédio no programa e depois soube ter ajudado muita gente na mesma situação, que tomou conhecimento. Isso é confortante.

CLAUDIA RAIA - Ana, amiga mais do que amada, estou gravando a próxima novela das 7, Alto Astral, como a paranormal trambiqueira Samantha. Você acredita em vidas passadas?
AMB: Passadas e futuras (risos). Nada é por acaso. Não estou aqui pela primeira vez, nem será a última. Sou católica espiritualista, estudo budismo, acredito em mesa branca do espiritismo, acredito em almas...

BONINHO - Ana, você é uma apaixonada por gastronomia e faz questão de testar tudo o que vai ao ar. Como consegue manter seu corpinho de 25 anos?
AMB: Ai, chefinho! Vindo de você, esta pergunta é um espetáculo. Eu como pouco. Tomo um suco de manhã cedo e costumo ingerir frutas para equilibrar o açúcar no organismo. Isso dá a energia de que preciso. Durante o dia eu só levo à boca o que vai ao ar no programa, dou aquela experimentadinha. Só volto a me alimentar à noite, talvez um caldo ou outra fruta. Não sou de comer muito.

MÁRIO LÚCIO VAZ - Sei que você gosta de pescar. E aí, quando você vai largar a profissão de apresentadora para pescar?
AMB: Mário Lúcio do céu (risos)! Largar tudo é algo complicado para uma ariana que adora trabalhar. Tenho consciência de que posso trabalhar menos, fazer a mesma coisa sem precisar acordar diariamente às 4h30. Eu sonho ¬ e você sabe disso – com um programa semanal para que eu possa curtir mais a família.

revista de celebridade
LUAN SANTANA - Minha querida amiga Ana,  já que ainda não tivemos a chance de marcar nossa pescaria e sei que você adora uma boa pesca assim como eu, gostaria de saber: prefere em alto-mar ou em rio?
AMB: Assim como você, Luan, adoro pescar em rio. Morro de pena de brasileiros que conhecem a Europa toda, mas não visitam o próprio país. Nada como estar em um barquinho de seis metros, que a gente chama de voadeira, saindo no silêncio da madrugada para ir atrás do próprio peixe. É uma sensação única ver o amanhecer com a revoada de borboletas da Amazônia e aquela bruma que vai cobrindo a água do rio.

IVETE SANGALO - Ana Maria, você pratica alguma atividade para manter o temperamento calmo? É impressionante a sua paciência para ouvir, respirar e falar. Atualmente é difícil alguém saber ouvir. Você faz alguma coisa para exercitar essa virtude?
AMB: Eu sou muito agitada, Veveta! Eu falo manso, é diferente. Mas sou agitadíssima. O que não funciona é uma pessoa nervosa falando de forma rápida. Sou hiperativa, trabalho o dia todo. Minha equipe sabe que não sou mal-educada, é com jeitinho que eu exijo que se faça sempre o melhor.

DANIELA MERCURY - Você é uma mulher que me inspira com sua liberdade, inteligência e sensibilidade. O que diria para as pessoas que ainda não conseguem ver com naturalidade uma família formada por dois pais ou duas mães?
AMB: Daniela, você é uma mulher fantástica, inteligente, bem resolvida. Tenho uma pena danada de quem não entende a pluralidade da vida. Liberdade é algo que a gente quer. Por isso, é preciso respeitar a do outro – seja pela raça, credo, cor ou preferência sexual. Em uma sociedade como a nossa, ainda preconceituosa, temos que ter cuidado o tempo todo com o outro.

Fiuk canta durante apresentação de modelos na SPFW


revista de celebridade

revista de celebridade




Fiuk soltou a voz durante a SPFW na tarde desta terça-feira (4). O ator e cantor fez parte da trilha durante o desfile da marca Pat Pat's, realizado no Hotel Unique, no bairro dos Jardins, em São Paulo.

Rômulo Neto, namorado de Cleo Pires e cunhado de Fiuk, também prestigiou a apresentação.

revista de celebridade

Fiuk canta durante apresentação de modelos na SPFW (Foto: Eduardo Saraiva)
fonte: Revista Quem