quinta-feira, 17 de julho de 2014

Em Família: André descobre, Branca é sua mãe.






Já com o “e foram felizes para sempre” definido, André (Bruno Gissoni) Bárbara (Polliana Aleixo) chegam ao final de Em Família, novela exibida na faixa das 21h, na Globo, como o casal mais fofo da trama.

E após ser pedida em casamento pelo amado, a filha de Shirley (Vivian e Pasmanter) percebe que André está com o olhar triste e sugere que ele veja o conteúdo do envelope com as fotos e informações sobre sua mãe biológica, que Eloísa (Maria Helena Pader) lhe vendeu. André abre o envelope e descobre que Branca (Angela Vieira) é a sua mãe.

Acompanhado por Bárbara, ele vai à casa dela e confronta a megera. Fria e calculista, Branca nega que seja mãe dele.

"Você foi enganado. Pelo menos em parte. Fui eu, sim, que deixei você na porta do orfanato, mas não sou eu sua mãe. Tive uma empregada, na verdade eu tinha quatro ou cinco pessoas trabalhando na minha casa. Uma delas, nem me lembro do nome, uma delas engravidou e eu, muito humana como sempre, coração de manteiga, eu falei que quando chegasse o momento do bebê nascer, eu a encaminharia à uma maternidade para que ela tivesse toda a assistência. E não é que a bandida teve a criança numa madrugada e se mandou, caiu no mundo, e me deixou aquele embrulhinho de presente? Safada! Teve o filho, mas não queria criá-lo. Deve ter pensado: deixo com ela, que é rica, e ela cria", fala Branca.

Impressionados, Bárbara e André questionam se tal empregada nunca mais voltou e Branca diz que ela morreu pouco tempo depois.

"Ora, o que é que eu ia fazer? Criar o filho da empregada fujona? Claro que não. Aparecer, contar essa história e me envolver, também não. Então fui uma noite até o orfanato e deixei lá, na porta, agasalhadinho, protegido da chuva e do vento... e achei que fiz uma boa ação. Não acham?. E essa Eloisa, que trabalhou na mesma época lá em casa, me roubou: algumas bijuterias sem valor, três ou quatro peças de roupa, algum dinheiro. Não fiz escândalo, não valia a pena. Apenas eu a despedi. Soube que ela foi trabalhar no orfanato por algum tempo... Depois nunca mais tive qualquer informação", ironiza e ri. “Devia estar sonhando em ser meu herdeiro, não é? E entrar num bom dinheiro!", diz.

O rapaz fala que ela está enganada e só queria saber quem era a sua mãe.

"E até dou graças a Deus por não ser a senhora. Antes uma mãe morta. E se conhecer um dia a que me criou, vai ver que eu jamais faria uma troca. E ainda lhe devo um agradecimento por ter me deixado num orfanato. Porque pelo que conheço da senhora, perigava me atirar no lixo", diz ele, que vai embora com a namorada.

Branca nem responde. Eles saem e a megera Branca fica séria. Zu (Gisele Alves) aparece.

"Estava ouvindo a conversa, Zu?", pergunta.

Zu é sincera e diz que ouviu sem querer.

"A senhora me contou sobre esse filho abandonado, naquela noite que bebemos juntas, lembra? Falou que teve um filho homem e que o abandonou", fala.

"Você está maluca. Naquela noite, você bebeu muito mais do que eu. Não lembra não? Vai, Zu, e não se mete a besta comigo, heim, que eu tenho você nas minhas mãos e você sabe disso", encerra Branca.

Ela dá as costas e sobe para o quarto. Branca deita na cama e fica com os olhos fixos no teto. Ao chegar em casa, André conta a Dulce (Lica Oliveira) o que aconteceu e diz que não acreditou em uma palavra que ela contou.

"A Bárbara também sentiu. Parecia mesmo uma farsa que ela já tinha preparada caso um dia esse filho aparecesse", diz.

Dias depois, André e Bárbara encontram com Branca por acaso no estúdio de Marina (Tainá Müller). Branca fixa o olhar em André e se perturba. Ele olha para ela e percebe num momento só deles. Bárbara também saca o olhar de André e Branca.

"Deu pra sacar?", pergunta André.

"Claro. É ela!".
fonte: O FUXICO

Marido de Luciana Gimenez diz: 'Basta de porcaria'.


Marcelo de Carvalho emitiu uma nota em defesa da esposa, Luciana Gimenez, nesta quinta-feira (17). O vice-presidente da RedeTV! respondeu a um texto publicado por uma jornalista.

No comunicado, intitulado Basta de Ofensa, Marcelo relatou a indelicadeza e informou sobre a decisão de acionar a Justiça.

Leia na íntegra:

“Todos sabem que sou contrário à exposição de minha vida privada em público. Não tenho Twitter, não tenho Facebook, Instagram e congêneres embora não tenha nada contra quem os utilize. Não perco tempo entrando em polêmicas de quem xingou quem ou disse tal coisa a respeito de quem. E sempre achei que não se deve responder a bobagens ditas porque amplia a repercussão das mesmas.  

Porém desta vez tenho que vir a público defender a mãe de meu filho, de meu enteado e madrasta de meus outros filhos.